29 dezembro, 2010

Melhores Amigas

A história a seguir é narrada por duas amigas, que juntas enfrentam não só o desafio da adolescência, como o de manter a verdadeira amizade entre si. A história é contada de uma maneira bem adolescênte de ser, que você leitor gostará.
1 – Sophia

Descoberta


   Acordei hoje, super feliz, iria ver o presente que a minha melhor amiga, Lize, tanto falava que iria ganhar, um notebook branco e rosa, eu estava super ansiosa para ver. Então nem enrolei como de costume, partir logo para o banheiro; quando acabei, fui me arrumar e tomar café (passei quase uma hora em frete ao espelho), depois fui para a parada pegar o ônibus, nem morta que eu ia andando. O ônibus não demorou muito para chegar na escola, desci rápido e atravessei a pista, foi um alívio quando entrei na escola, mas antes de ir pra sala encontrar a Lize, tive que ir na secretária resolver uns assuntos. Quando sair, Renata, uma menina que eu conheci do terceiro ano, veio até mi e disse:
  - Tenho novidades!
  - Quais? - Me bateu a curiosidade.
  - A primeira é que colocaram mesas e bancos no salão, igual nos filmes americanos...
  - Que demais! - Falei alegre.
  - A outra é que tem dois garotos... - Ela suspirou profundamente para continuar. - Super lindos e novatos na minha sala!
  - Sério?! - m surpreendir com a alegria dela.
  - É claro que sim, e também tem uma novidade ruim, pelos menos pra mim. - Ela abaixou o olhar, mas depois me olhou de novo.
  - Amanda e Sônia estam dado em cima deles, que saco! - Ela bufou, parecia que falava mais para si do que para mim.
  - Obrigada pela informação, depois a gente se vê.
  - Certo!-ela respondeu e voltou para a sua sala, enquanto eu ia para a minha.

 No caminho, passei pelo salão, e, realmente tinha mesas enormes lá, antigamente era só um vazio, onde os alunos passeavam para lá e para cá. Entrei na sala e fui direto abraçar Lize, joguei a mochila numa cadeira do lado da dela e esperei ela me mostrar o notebook...NOSSA, ele era lindo!
 Pulamos que nem doidas na sala, que ainda tinha pouca gente, mexemos em tudo o que podiamos no notebook, até que lembrei da novidade que tinha recebido.
  - Lize, eu fiz uma descoberta hoje.
  - Qual?- Ela me olhava com curiosidade.
  - A Renata me disse que tem dois garotos- segundo ela- super lindos na sala dela e eles são novatos!
  - Sério?! Que legal, depois vamos lá conferir porque´primeiro eu quero o meu presente. - Ela me disse estendendo a mão.
  - Ah, não vai dizer que esqueceu do meu presente?
 Bufei, nunca vi menina tão persistente assim. Abri a bolsa e dei a caixa de bombons que ela tanto pediu; ela arrancou da minha mão e me deu um leve tapa no braço, escondendo o rosto com a caixa.
  - Ai, abra logo a caixa, também quero comer.- Reclamei.
  Ela me olhou ameaçadoramente, mas abriu a caixa e me deu um bombom, depois pegou um pra ela, fechou a caixa e guardou dentro da mochila; ela virou pra mim, me abraçou agradecendo, mas logo me aviso:
  - Acabou viu!- Esse era o jeito dela; todo criação.
  - Chata!- Eu a abraçei desejando um feliz aniverssário de desseseis anos.



2 - Sophia

Os novatos


   Saimos da sala e fomos comprar um biscoito na cantina, de brigadeiro, o sabor que a Lize mais gosta. Fomos falando sobre o salão de antes e de agora até a sala do terceiro ano, onde Renatinha estudava. Chegamos lá, mas não vimos os novatos, somente a Renatinha, então fomos até ela.
  - Cadê eles? - A lize perguntou.
  - Estão lá fora, eles parecem fantasmas; uma hora estão num lugar, outra eles já sumiram.
  - Então na hora do intervalo a gente se vê, porque o seu professor acabou de chegar...
  - Tá bom, vão.

  As duas primeiras aulas até que eu conseguir me concentrar, mas quando começou a terceira, uma ansiedade e curiosidade muito forte me atacou que eu não conseguia ficar parada "tecnicamente". Eu olhava o relógio, batia o pé, rabiscava o caderno, olhava pro teto, perguntavade cinco em cinco minutos o que a Lize achava da idéia de novatos, ou  como ela os imaginava. Ela também não estava totalmente calma, mas conseguia se controlar mais do que eu, o tempo parecia que não passava! 

  A campainha do intervalo tocou, foi um tremendo alívio. Eu e a Lize saimos para o salão, queriamos estrear as novas mesas, compramos uma pizza e refrigerante, e fomos sentar perto da Renatinha.
  - E aí, cadê os novatos? - Eu perguntei logo.
  - Não sei, eles sumiram outra vez. - Ela respondeu com uma certa raiva na voz.
  - Se eles são tão bonitos como você dis, devem estar ocupados tentando se livrar das nossas "rivais".
  Nós três rimos, mas derrepente Renatinha parou de rir i ficol imóvel, eu até pensei que ela ia cair pra trás durinha, de tão branca que ela ficou, mas logo ficou igual à uma pimenta, de táo vermelha, mas quando ia socorrê-la, ela disse num susurro:
  - Lá estão eles!
  Em câmera lenta olhamos para onde ela fixava o olhar, foi um choque!


3 - Sophia 

Lindos de morrer!!! 


  Eu e a Lize quase caimos pra trás, eram os novatos mais lindos que eu já vi. Eles estavam lindos de morrer! O mais alto, lembrava muito o Edward Culler, do livro que está fazendo o maior susseso: a saga  Crepúsculo de Stephanie Meyer; ele usava uma calça estilosa e uma camisa de manga comprida arregaçada até os cotovelos; o cabelo estava brilhoso e num pentiado parecido com o do Edward, dava para saber como ele fazia pra o penteado ficar assim, ele passava a mão no cabelo para trás e pronto, estava feito. O outro, centímetros mais baixo que o primeiro, também estava lindo, usava jeans, uma camisa amarela com detalhes vermelhos, muito lindo; o cabelo - foi o que me encantou mais - era parecido com o penteado do Justin Bieber - O novo "ídolo" da galera, eles pareciam anjos.
  Com muito esforço, eu e a Lize voltamos a comer, mas podia sentir uma onda de enegia envolver o meu corpo, olhei pra Lize e vi tremer levemente, como a gente podia se concentrar, com eles a alguns metros de nós? 


 4 - Lize

Outro novato 


  O sinal do fim do intervalo tocou, e eles se levantaram:
  - Poxa, quando não é pra esse sinal tocar, aí que ele toca mesmo. - Sophia reclamou, eu e a Renata concordamos.
  Nós levantamos em direção à sala, mas a surpresa, minhas mãos começaram a suar, minhas pernas tremiam e sentir a Sophia cutucar compulsivamente meu braço. Recobrei a consciência e consguir ver nitidamente o "monumento" na porta da minha sala. Cheguei perto e pedir lincença pra entrar, Sophia me acompanhou meio cambaleando, pra dentro da sala.
  - Eles tinham que ficar logo aí na porta? - Eu comentei baixinho com Sophia e Renata, quando sentamos nos nossos lugares.
  - Eu acho que eles fazem isso de propósito só pra nos deixar tontas. - Sophia disse sorrindo. - Viu quando eu fiquei tonta? Quase cair no loirinho!
  Rindo, fomos nos sentar em nossos lugares de sempre. Como de costume cumprimentamos todos os nossos colegas, mas percebi uma carinha nova sentada na fileira encostada na parede.
  - O nome dele é Nickolas, ele é irmçao daquele novato gatíssimo do 3ª ano. - Sussurrou Norah. Digamos que entre todos é a mais "bem-informada" que existe ( ou fofoqueira, se preferir), se você quiser de alguma coisa ela tem a resposta.
  - Como você sabe? - Comentei, como se eu não soubesse.
  - Tenho meus informantes, mas isso não importa, o que importa é que parece que ele veio de um "reformatório". Huuu, o garoto é problemático...    
 
 



( Lilith Clara: Lize
Jéssica Araújo: Sophia)






3 comentários:

Anônimo disse...

Lilith Nascimento. Não faço a mínima idéia de quem seja você, mas pelo o que já li em seus textos, você está arrebentando.
Textos em cunho jovem, termos adolescentes. Muito bom. Vejo que até que enfim os responsáveis pelo blog do Helena pensaram(antes tarde do que nunca).
O blog estava meio que jogado nos cantos, esquecido, empoeirado. E com você, tenho certeza que será injetado novidades, atualizações de postagens e conteúdo adolescente. Enfim, creio que finalmente vai ser sacudida essa poeira do esquecimento.
Vocês são muito melhores que os professores para comandar esse návio.
Gostaria de ler alguma reportagem, excepcionalmente, sobre vocês, afínal nem sei quem são.
Acho importante conhecer os autores dos textos o qual lêmos. Sugiro que façam um texto de apresentação com as fotos de vocês e alguns dados interessantes, como o que levou vocês a serem moderadores do blog da escola e etc...
Boa sorte no blog, espero que nunca falte interesse. E nunca esqueçam, vocês alunos moderadores, o blog é uma ferramenta, uma arma ideológica, uma prova de que os alunos podem se expressar. Sejam nossos porta-voz, falem não o que querem que seja dito, mas sim o que é preciso. Critiquem o que está errado, culpem aquilo o que é culpado. Mostrem personalidade e não temam nada, simplesmente nada.

Um texto bem escrito e com argumentos venenosos, é mais perigoso que a lamina afiada de uma espada. A arma está na mão de vocês, usem com sabedoría, não com demencia, e acima de tudo com ousadia. Pois nossa geração carece deste atributo.

Aluno da 2001, manhã.

Anônimo disse...

Com licensa, observei que há a postagem de um poema no blog, o "Só o tempo pode mostrar". Contudo não hão maneiras para se fazer comentários a respeito dele, por vía disso fui forçado a fazer comentários aqui.
(se puderem repassar esse comentário para a pagina do poema, por gentileza, o façam)

Nao é bem um comentário, na verdade quero expor um poema que também fiz, se possível gostaria que vocês o postassem, se não for pedir de mais.
Também sou aluno do Helena Guilhon, receio que também tenha direito a um espaçinho ai no blog.

obrigado pela atenção.

"QUERER INCONCEDIDO"


QUERIA TE TER ENTRE MEUS BRAÇOS
SENTIR TUA RESPIRAÇÃO E ACARICIAR TEUS CABELOS.

QUERIA ADIMIRAR TEUS TRAÇOS
SABENDO QUE EU ERA O ÚNICO QUE PODERÍA TÊ-LOS.

MAS O TEMPO MALDOSO JUSTICEIRO
ME DESPEJOU DE TUA PELE E ME PLANTOU NO MUNDO A FORA.

QUERIA TEU PERFUME RESPIRAR
DE ROSA JÚVENIL EM ESTADO DE PLENA FELICIDADE.

QUERIA EM TEUS OLHOS MIRAR
E DESCOBRIR O VERDADEIRO SENTIMENTO QUE OS INVADE.

MAS TU NÃO ME SALDAS COM A MESMA GANA
MINHA PRESENÇA TE MACHUCA E NÃO TE FAZ MAIS RIR.

QUERIA TUAS MÃOS NAS MINHAS.
TE GUIAR NESSE MUNDO PERIGOSO E CHEIO DE MALDADES

SER TEU ABRIGO NAS INFELICIDADES
TEU PARQUE DE DIVERSÕES NAS INCESSANTES ALEGRIAS.

MAS VAGO POR AI A FORA
EXPULSO DE TUA PELE, DESPEJADO DE TEU CORAÇÃO.

EU SEI, VENDÊMOS BARATO O QUE NÃO TINHA VALOR.
PARÂMOS E SUCUMBIMOS DE ANTE TODO E QUALQUER TEMOR.

JÁ NÃO TE SINTO, NÃO TE OUÇO, NÃO TE VEJO.
O CÉU E AS ESTRELAS, JÁ NÃO TE PROMETO

MAS JURO POR DEUS...

ENTRE MEUS BRAÇOS QUERIA TE TER.

MAS O TEMPO MALDOSO JUSTICEIRO
TE ROUBOU E NA ESTRADA DA VIDA ME DEIXOU A PERECER.

Prof. Adinalzir disse...

Olá, meu blog está no 2º turno do prêmio TopBlog 2010. Clique e deixe o seu voto http://migre.me/1xmPf

Muito obrigado!

Dados da Escola

Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio do Estado do Pará, localizada em Belém, no Cj. Satélite WE 5, s/n, fone: 3248-0743, temos 2200 alunos, divididos em 3 turnos, e em média 80 professores. Email do blog: donahelenaguilhon@gmail.com / Direção: Edson Motta/ Vice-Direção: Manhã- Eliana Ferreira , Tarde/ Noite- Alice Carvalho.